um espetáculo diagnóstico



ARVORAR 3

foi assim, numa viagem ao japão que me senti no compromisso com a natureza.
para muitos pode parecer modismo, oportunismo, etc.
pois por mim que pareça!
pois o verde das árvores japonesas eram muito diferentes. mais fechados. mais musguentos.
troncos distorcidos. protuberâncias.
pareciam querer falar.
influência do cinema?
talvez.
poesia do dia a dia.
arte essencial.
a partir desta experiência no japão escrevi um texto chamado arvorar, vencendor do segundo lugar do prêmio internacional de literatura Arnaldo Giraldo.
o importante é que a partir de então penso que temos que fazer a nossa parte.
contribuir para a sensibilização do planeta quanto ao seu destino.
não é uma tarefa fácil. pois está tudo muito desorganizado na nossa relação com a natureza.
dando continuidade ao projeto que ganhou alguns parceiros, arvorar foi às ruas, praças, campos e montanhas. bruno pimenta, campanha de popularização do teatro e da dança de Governador Valadares, cleider magalhães, célio martins, dió freitas, enartci, hibridus, juninho ibituruna, kátia rozatto, mário jorge, maurício mendes e tamaki yonekura. 
desde os primeiros  experimentos com o projeto arvorar sentimos na pele o  poder desta abordagem. 
como nossos corpos frágeis estão despreparados para uma catástrofe ecológica!
durante nossos ensaios por exemplo, que ocorrem das mais diversas maneiras e nos mais diversos lugares, como numa pequena Anacardiaceae localizada num canteiro central em Capitão Enéas MG ou numa imensa Delonix regia, na orla da illha de Governador Valadares MG.
natureza bela e revigorante, mas guarda segredos que podem lhe destruir em segundos.
visitas perigosas e inusitada por CallitrichinaeAcúleosCatáfilosGametófitos.
mas vencemos o desafio e criamos: 
arvorar 1= instalação performática com música, dança, teatro e artes visuais.
campanha de popularização do teatro e da dança de governador valadares mg 2008.
maurício mendes

arvorar 2= instalação dança.
enartci ipatinga mg 2009.
clênio magalhães
foto: anna carolina leite ponciano

arvorar 3= instalação teatro.
campanha de popularização do teatro e da dança de governador valadares mg 2010.

este último experimento foi um diagnóstico.
existiam na platéia pessoas que pensavam que o teatro era uma micareta.
não porque estavam bêbadas, pois não estavam e vinham de uma escola (...)
o trabalho permitia sim circular pelo espaço livremente, assim como qualquer outra manifestação como sair e solicitar o dinheiro de volta. só era proibido que se pisasse no cenário. aí já é demais né?
mas a cultura daquelas pessoas não atingiam a densidade do ambiente.
as informações que o trabalho propunha passavam direto pelos seus sentidos que buscavam o teatro como auto promoção ou estratégia de conquista e muitos devem ter saído de lá ... ainda...  vazios.
vários colegas, conterrâneos, veteranos do teatro valadarense presentes, como nazza amaral, sandra de oliveira, shirley de oliveira, dentre outros, testemunhas da nossa demanda.
penso que é assim que se sente a natureza perante nós humanos meus caros leitores.
achando-nos vazios. insensíveis. mal educados. desreipetosos.

MAURÍCIO MENDES= artista desde 1997, atuando nas áreas teatro,  tv, educação, dança, performance e produção cultural. é membro do grupo teatral avatar desde 2006. 


maurício e sua irmã milena em festa de um amigo

arvorar 3, foi seu primeiro monólogo. com uma concentração além do que a do espetáculo solicita, devido à turbulência da platéia. maurício foi indiferente aos engraçadinhos e deu um show de atuação.
parabéns parceiro, você venceu leões.

para a alegria dos que viram e satisfação parcial dos que ainda não viram, seguem abaixo as fotos do grande fotógrafo dió freitas.




  














Espero que tenham gostado como nós.
Até a próxima!!!

4 comentários:

monica mosqueira disse...

Eu não vou estender muito o comentário pq sai do teatro akele dia conformada que minha inconformidade com a plateia merecia uma nota.Tõ devendo parar e escrever,mas faço em breve.

PS:me manda o texto da peça pelo orkut!? Pessoas erradas no lugar errado não me deixaram ouvir o texto.

clenio disse...

pois é moniquinha, foi um bom diagnóstico para todos os artistas presentes. valeu por dar uma força nesta campanha. o texto vc encontra aqui mesmo no blog. vá no campo pesquisar neste blog e escreva arvorar é a primeira postagem da série. bj grande ;)

Yiuki Doi disse...

( queria ver pessoalmente!
o)
(

clenio disse...

vamos fazer um dia? é só juntar uma galera, veja aqui as condições: http://cleniomagalhaes.blogspot.com/2008/05/arvorar.html
bju!